Blogjor Ilo Santiago

Aluno da Disciplina Oficina em Jornalismo – Unifor

Webativismo: escolha uma causa!

leave a comment »

Milhares de árvores já foram replantadas a partir de um “click”. Saiba como os internautas estão se unindo por uma causa justa: salvar a Mata Atlântica.

 Descubra como no blojorilosantiago.wordpress.com

Written by blogjorilosantiago

27 outubro, 2008 at 4:14 pm

Publicado em Tarefas da disciplina

Blogjornalismo já é uma nova realidade!

leave a comment »

Cada vez mais jornalistas estão se adaptando ao mundo virtual, para dominar essa novíssima ferramenta de informação. No blogjorilosantiago.wordpress.com, você pode entender, um pouco, de forma didática, esse fenômeno que envolvendo o mundo virtual das notícias.

Written by blogjorilosantiago

27 outubro, 2008 at 3:27 pm

Publicado em 1

Ativismo na Web: Mais de 17 milhões de árvores replantadas

leave a comment »

          O primeiro registro de exploração comercial de uma árvore brasileira foi em 1502. O pau-brasil, que deu origem ao nome do país, foi a primeira espécie de muitas que quase desapareceram por culpa da devastação indiscriminada da Mata Atlântica.

           A Mata Atlântica original tinha quase I milhão e 300 mil km2 espalhados em 17 Estados brasileiros. Hoje, depois da ocupação de cerca de 70% da população nacional, restam 95 mil km2. Pouco mais de 7% da formação vegetal original de 500 anos atrás.

          

Terraplanagem na Mata Atlântica, em 1998, para construção de um condominio de luxo

Terraplanagem na Mata Atlântica, em 1998, para construção de um condomínio de luxo

            O ritmo de desmatamento supera quase três vezes a velocidade do desflorestamento da Floresta Amazônica. Para combater essa prática, inúmeros grupos de ativistas ambientais se uniram. Inclusive, com a ultilização da web – uma novíssima ferramenta de colaboração e interação entre as pessoas no mundo todo, via internet. 

          O chamado Webativismo ou Ciberativismo se tornou forte instrumento para organização de passeatas, arrecadação de fundos, participação de abaixo-assinados e todas as demais atividades dos que lutam por uma causa.

          O clickárvore (http://www.clickarvore.com.br) é um bom exemplo disso. Mais de 17 milhões de mudas de árvores nativas já foram replantadas na região da Mata Atlântica. A iniciativa é simples: a partir de um click é possível plantar uma árvore, com apoio da sociedade civil e de entidades privadas.

          O replantio da Mata Atlântica é feito a partir de um preenchimento de cadastro. O interessado recebe em casa a muda da árvore e é orientado a plantar no local (próximo à sua casa) indicado pelos organizadores do projeto.  

Parte da Mata Atlântica que ainda resiste em Curitiba

Parte da Mata Atlântica que ainda resiste em Curitiba

O reflorestamento da Mata Atlântica e demais projetos com outras causas podem são iniciativas de organizações como a SOS Mata Atlântica, Vidágua Intituo Ambiental e Editora Abril.

          Mais informações:

          http://www.clickarvore.com.br

Para que você conheça melhor o que é webativismo e outros exemplos na web, clique em um dos links abaixo:

 http://blogjorklebiana.wordpress.com/

http://blogjorrenatobezerra.wordpress.com/

http://blogjorrodrigocastro.wordpress.com/          

http://blogjorgabyfiuza.wordpress.com/    

Written by blogjorilosantiago

14 outubro, 2008 at 9:25 am

Publicado em 1

BLOGJORNALISMO, CUIDADO COM A MENTIRA!

leave a comment »

Historicamente, o jornalismo tem se adaptado a todas as “novas” formas de se veicular a informação. Desde a mudança do mural para o papel, do surgimento do rádio, telefone e TV; os jornalistas têm tido a oportunidade de trabalhar em diversos campos que lidam com a notícia.

O diferencial é que há jornalistas que aproveitam esses momentos e outros que, infelizmente, não.

No caso da utilização de blogs para postagem de notícias que sirvam de fonte de informação para a sociedade – o chamado blogjornalismo, há uma novidade! A multiplicidade de pessoas (incluindo os não-jornalistas) que possuem blogs de notícias e atualizam, com textos próprios ou cópias de outros blogs ou sites, sua página de informação na Web.

Muitos jornalistas já “tarimbados” estão inseridos na blogosfera, mas, é preciso que os profissionais recém-saídos dos bancos das universidades dominem esse mundo virtual.  

 

O que espelha o sucesso de um blog voltado para o lançamento de notícias é o número de acessos. Este só é alcançado por intermédio de uma relação de confiança que o receptor da mensagem tem no emissor. A credibilidade, velha palavra que acompanha as diversas gerações de jornalistas, é o que distingüe o blogjornalismo de responsabilidade da mentira. 

Written by blogjorilosantiago

9 outubro, 2008 at 9:06 am

Publicado em Tarefas da disciplina

“FOI SÓ UM REAL!”

leave a comment »

A pressão, a falta de tempo, a correria e um computador quebrado sem internet são as causas da demora desse texto vir a público somente hoje.

É sobre a viagem de trem que fiz na companhia de alguns amigos da Unifor. Trajeto? Fortaleza – Caucaia/ Caucaia – Fortaleza. 

A última vez que tinha andando de trem já andava esquecida em algum lugar da minha limitada e falha memória “RAM”.

Desde a minha chegada à Estação, procurei não agir como um (futuro) jornalista: em busca de pautas ou de boas histórias para contar. Pensei, apenas, em apreciar a viagem e observar o comportamento, os gestos e a expressão facial das pessoas que dividiam o vagão comigo e meus colegas.

O cansaço na fisionomia dos passageiros logo me despertou a atenção. O sono dominava homens e mulheres, jovens e idosos. A impressão que ficou foi que a presença dos alunos da Unifor, com suas câmeras digitais, olhares minuciosos e sentimento de “primeira vez” naquele lugar, modificou a rotina daquelas pessoas. Logo no início, após a nossa reação depois do “arranque” do trem, ficou claro que a viagem tinha um atrativo a mais para aquela gente – a nossa presença.  

Cheguei a conversar com um passageiro que me explicou estar voltando pra casa após uma noite inteira de trabalho. Roberto dos Santos, de 39 anos, disse que desde muito novo faz esse trajeto e que já está acostumado aos “trancos” do trem. O barulho também já não incomoda. “Às vezes, dá até pra tirar um cochilozinho”, afirmou o simpático homem.  

Desceu logo depois, próximo de Caucaia. Aliás, como moro para aquele lado oeste da cidade, tive outra percepção dos trilhos que costumo cruzar dirigindo meu carro. A sensação é que, aparentemente, tudo em sua volta pára. Nada funciona até o trem passar por ali (algo doido, mas que senti em alguns momentos). 

Para encurtar a história, dois pontos.

Primeiro, como há pobreza ao lado da linha férrea. As pessoas que habitam próximo aos trilhos convivem com esgoto a céu aberto, casebres amontoados e lixo. Muito lixo! Só entre duas estações, observei quatro sofás velhos (um deles, talvez, com uma reforma…deixa pra lá). Só acredito que dezenas viagens como aquela, por dia, seriam necessárias para que um trem inteiro retirasse o lixo próximo aqueles trilhos.

Por último, a preocupação contínua dos funcionários responsáveis pela segurança dos passageiros em cada trem.  Na volta, abrimos a porta de um dos vagões para “correr um ventinho”, já que não há condicionador de ar dentro do vagão. Rapidamente, ao parar na Estação, homens armados se aproximaram e, após se certificarem que estava tudo “sobre controle” fecharam as portas por medida de segurança.

Na volta, aliás, alguns indivíduos mal “encarados” me preocuparam um pouco. Um deles, que estava vestido como Roberto Carlos na década de 1960, me deixou inerte ao passar por mim e deixar aquele cheirinho característico de “cachaça-das-brabas”. 

Em resumo. A viagem foi divertida e valeu à pena.

Ronaldo Pinto)

Copiei a idéia dos meus amigos. (foto: Ronaldo Pinto)

Foi só R$ 1 real.

Written by blogjorilosantiago

6 outubro, 2008 at 10:37 am

Publicado em 1

Blog: ser ou…ser, eis a questão.

leave a comment »

O blog, aparentemente, é a maneira mais fácil de se postar algo na internet sem ter muitos conhecimentos. Aparentemente! Basta colocar a palavra blog no famoso google para que se perceba que muita gente está ganhando dinheiro com “essa história” de blog. A começar pelo simples fato de ensinar a alguém a manipular tal ferramenta “internetesca”.

Os jornalistas (uma boa parte deles, pelo menos) descobriram o blog. E mais, estão se aprimorando nessa área virtual para repassar as informações. Também pudera…dominar essa ferramenta virou uma obrigação. Tudo por causa da grande novidade que esse meio possibilita em detrimento a outros meios, digamos assim, mais tradicionais – a possibilidade de várias (e quaisquer) pessoas produzirem a notícia.

Não pretendo entrar no mérito, pelo menos nesse primeiro momento, se é ou não uma forma de jornalismo e se os textos estão num formato “adequado” para o tipo de veículo. O importante, agora,  é entender o que distingüe o blog de tudo que já existiu antes dele.

 Esse diferencial está motivando os jornalistas e estudantes de comunicação a escrever ou postar, como queiram. Mas, também, está empurrando à força os mais acomodados que nunca foram muito chegados à tecnologia, como eu, a se enveredar no mundo “blogal”.

Quem não estiver em nenhum desses dois grupos pode – quem sabe – pensar em mudar de profissão.       

Written by blogjorilosantiago

26 agosto, 2008 at 8:36 am

Publicado em Tarefas da disciplina

Críticas sobre desmatamento na Amazônia irritam Lula

leave a comment »

O presidente afirmou que a terra na Amazônia não serve para plantar cana-de-açúcar

O presidente Luís Inácio Lula da Silva se irritou, ontem, em Roma, com as críticas feitas por ONG´s européias sobre o a falta de controle no desmatamento na Amazônia. Para os ativistas ambientais da Europa, a floresta amazônica tem sido substituída por plantações de cana-de-açúcar, produto básico para produção do etanol.  

           

Para Lula, ninguém no mundo tem autoridade moral maior que o Brasil para falar de questões ambientais, pois o país ainda conserva 69% da sua mata virgem. “O Brasil é o país que tem parques de conservação maiores que muitos países europeus, além das reservas indígenas”, retrucou.

 

O presidente brasileiro negou estar substituindo a floresta por plantações de cana. Segundo ele, a terra na Amazônia é imprópria para esse tipo de cultivo e disparou: “A União Européia só tem 0,3% da sua mata original. Então quando for falar do Brasil, primeiro olha o seu mapa”.

 

O presidente afirmou que está sendo feito um zoneamento agro-ecológico para especificar o que pode e onde pode ser plantado. Esse controle, segundo ele, deve reduzir a destruição da floresta amazônica.

 

Para Lula, outras áreas são mais apropriadas para a plantação de cana-de-açúcar. “Mais que proibir, estamos dizendo que tem um jeito de fazer corretamente. Essa idéia de proibir não dá certo em lugar nenhum do mundo. É melhor ensinar como fazer e tirar resultado daquilo”, disse Lula.   

 

 

Written by blogjorilosantiago

14 agosto, 2008 at 10:44 am

Publicado em Tarefas da disciplina